Microplásticos, pedaços microscópicos de plásticos fabricados ou deteriorados, estão a invadir nosso ambiente. Os investigadores encontraram-nos nos nossos mares, em água potável, água da chuva - e até sal de mesa. As partículas atuam como sistemas de transporte de contaminantes, vírus e bactérias. A vida anfíbia ingere essas partículas, pois começa a sua jornada pela cadeia alimentar e, finalmente, para os seres humanos. Também inalamos microplásticos do ar que respiramos.

A espectroscopia Raman desempenha um papel fundamental na identificação dos tipos e origens desses microplásticos. Faz parte do esforço para desenvolver políticas e procedimentos para controlar a quantidade de microplásticos introduzidos no nosso ecossistema.


A microscopia Raman combina espectroscopia Raman e microscopia óptica e é uma das técnicas mais eficientes e
eficazes de identificar polímeros. Ela permite ao investigador analisar pedaços microscópicos de plástico, focando o feixe laser num ponto muito pequeno e obtendo espectros Raman a partir dele. Os espectros Raman são característicos de cada polímero e podem ser identificados pesquisando na biblioteca de espectros conhecidos de polímeros.


Compacto, totalmente automático, totalmente confocal e rápido, o Horiba XploRA PLUS é a escolha perfeita para análise de microplásticos.

Mais informação em https://static.horiba.com/en_ e https://www.horiba.com/en_en/science-in-action/microplastics-explained/

Contacte-nos!